sexta-feira, 3 de outubro de 2014

the rosa sanguinea. [tradução]


(Henry Thoreau - 1850's)

[clique para aumentar]

(2014)

* Henry Thoreau ficou famoso por seu ensaio A Desobediência Civil (1849) e por sua ligação com o  transcendentalismo americano, linha filosófica que teve como um dos maiores expoentes Ralph Waldo Emerson e que pregava, entre outras coisas, a valorização da intuição, da vida solitária, dos ambientes rurais e de uma educação não oficial. No entanto, também foi poeta. Os críticos de seu tempo não valorizaram seus textos poéticos, assim como ele próprio, que quase chegou a destruir seus manuscritos. Há, no entanto, momentos interessantes, como essa rosa sanguínea, aqui traduzida. O texto não tem data, mas a edição de 1965 de seus poemas, publicada pela The John Hopkins Press, informa que Walter Harding, estudioso que encontrou esse poema entre os manuscritos de Thoreau, crê, por conta da análise caligráfica, que o texto tenha sido escrito em meados da década de 1850.
** Procurei manter o ritmo regular, mas tive que mudar a posição das rimas para obter um efeito que estivesse à altura do original.

Nenhum comentário:

Postar um comentário