quinta-feira, 28 de abril de 2016

the grave of shelley. [tradução]


(Oscar Wilde / de Poems, 1881)

[clique para aumentar]

(2016)

* Em 1877, Oscar Wilde visitou, no cemitério protestante de Roma, o túmulo do poeta romântico inglês Percy Bysshe Shelley (1792 - 1822).  O poema aqui traduzido surgiu de tal visita, sendo que os versos finais aludem à morte do poeta por afogamento.
* Por uma questão de rima (toante), optei por traduzir "gloom", cujo significado gira em torno da idéia de "escuridão", como "brumas", termo que alude à impossibilidade de visão e, ao mesmo tempo, ao sublime romântico (caro a Shelley), se pensarmos, por exemplo, em Caminhante sobre Mar de Névoa (1818), quadro célebre de Caspar David Friedrich.